BELEZA SEM BISTURI

AÇÃO DUO FILLER:  Hidratação + Lipopreenchimento

No envelhecimento da face, a camada de gordura diminui progressivamente devido a distúrbios no metabolismo dos adipócitos, resultando no surgimento de profundas pregas nasolabial, perda de firmeza nas bochechas e um aprofundamento na região abaixo dos olhos.

O tecido gorduroso da face é o responsável por seu aspecto plump (carnudo, recheado).

Com os anos, além da disfunção progressiva do metabolismo celular e da perda de elasticidade, é muito importante ressaltar que ocorre também a lipoatrofia, perda de tecido adiposo subcutâneo, levando ao chamado envelhecimento estrutural da face.

A cirurgia plástica é o método mais conhecido para retardar o processo do envelhecimento estrutural da face, envolvendo técnicas de lipopreenchimento, onde a gordura é restabelecida, para proporcionar a volta do volume facial.

Com este mesmo foco, mas como alternativa não invasiva, foram desenvolvidos experimentos por pesquisadores utilizando ativos cosméticos que reduzem este envelhecimento estrutural, através da chamada ação duo filler, hidratação + lipopreenchimento.

Esta tendência associa tecnologia avançada para a resposta eficaz do cosmético de rejuvenescimento da pele, incorporando ativos que agem de forma complementar: Hidra + Lipo. A ação duo filler (dose dupla), promove hidratação e lipopreenchimento simultaneamente, para reduzir linhas de expressão, combatendo as rugas, de dentro para fora:

  • A ação hidratante se dá através da estimulação da síntese do ácido hialurônico que aumenta em 1000 vezes a capacidades de retenção de água pelas células, proporcionando turgidez;
  • A ação lipopreenchedora de ativos, como por exemplo o AdipofillTM que estimulam o preenchimento dos adipócitos, “recheando-os” sob os sulcos da pele.

Apresentação1

A ação inovadora do AdipofillTM:  induz à lipo estrutura de pele, reduzindo significativamente a aparência do sulco nasogeniano, após 28 dias de uso.

DÚVIDA DA SEMANA – 02

P – Tenho muita dificuldade para extrair cistos nos procedimentos de limpeza de pele.  Como devo proceder?

Na limpeza de pele, o profissional remove comedões e micro cistos epidérmicos (superficiais).

Ao executar a técnica de extração, a compressão exercida deve ser firme, porém suave, nunca forçando, de forma exagerada, a resistência apresentada pelo depósito de secreção a ser removido.

Os cistos profundos geralmente se desenvolvem como defesa, para que não ocorra a expansão e disseminação do seu conteúdo (sebum + bactérias).  Neste caso, a pele desenvolve uma cápsula, que envolve estas secreções, evitando um processo inflamatório mais extenso.

– Nunca tente eliminar este conteúdo, ele será sempre resistente à extração, e as tentativas poderão desencadear pontos inflamados.

Deve-se executar esfoliações controladas (peelings enzimáticos, físicos ou com ácidos) para reduzir a espessura córnea.  Cosméticos com  Ácido Salicílico são muito úteis, pois têm a propriedade especial de fluidificar o sebum.   Utilize loções com ativos antiinflamatórios e descongestionantes  com aparelhos específicos ou compressas, para reduzir o volume do nódulo.  Aplique máscaras calmantes e antissépticas, que devem estar presentes nos tratamentos anti acne/seborreia.

É essencial que o cliente dê continuidade ao seu trabalho de consultório, com a utilização diária de produtos prescritos por você:  esfoliantes, descongestionantes, antiiflamatórios e protetores anti UV, para prevenir manchas.

“PÉS DE GALINHA” E OLHEIRAS

Contorno dos olhos: a primeira área ameaçada pelo envelhecimento.

Massagem que atua sobre as linhas de força do músculo orbicular dos olhos, estimula os tecidos de sustentação e possibilita a drenagem dos capilares. Executar movimentos suaves com a polpa dos dedos médio e anelar.

O contorno dos olhos é a região mais frágil da face:  a pele é muito fina, seca, com poucas glândulas sebáceas, muito vascularizada e sensível.

Submetida a 10.000 batimentos por dia, as fibras musculares das pálpebras vão se tornando flácidas e surgem as primeiras rugas, que atingem 82% das mulheres entre 30 e 40 anos.

É a partir dos 30 anos que começam a ocorrer atrofia subcutânea e muscular e, após os 40, tornam-se visíveis as bolsas gordurosas, transmitindo aspecto cansado e envelhecido.

RÍTIDES PERIORBITAIS

Mais conhecidas como “pés de galinha”, são as linhas que se formam na região lateral dos olhos, sobre o músculo orbicular, que com suas fibras elípticas, circunda a órbita dos olhos.

A região ocular, amplamente vascularizada, é susceptível às agressões intrínsecas e às do meio ambiente. Nas áreas supra e infra ocular são encontrados “acolchoados” constituídos de elevado número de células de gordura, com função protetora, que no envelhecimento são evidenciadas como bolsas, ou inchaço das pálpebras.

Para minimizar estes sinais, existem cosméticos formulados com ativos de propriedades sinérgicas, que ao mesmo tempo hidratam a região, têm a capacidade de nutrir, agem como drenantes e antioxidantes para combater os pés de galinha.

14 Musc orbicular dos olhos

OLHEIRAS – PIGMENTAÇÃO INFRA ORBICULAR

A genética é fator importante, mas outros fatores também estão relacionados com as olheiras:  cansaço, alimentação rica em sal, dormir pouco, trabalhar demais, chorar, ingestão excessiva de álcool.

OUTROS FATORES:

Rinite alérgica – leva a dificuldade de oxigenação dos tecidos, provoca diminuição do fluxo sanguíneo da pálpebra inferior, devido ao edema prolongado da mucosa nasal, interferindo na drenagem desta área, exacerbando as olheiras;

Idade, com o envelhecimento ocorre a redução da síntese do colágeno e da elastina, diminuindo a espessura da pele, tornando a musculatura e os capilares mais visíveis, transmitindo uma coloração azul/arroxeada, na pálpebra inferior;

Etnias mais predispostas – árabes, indianos e pessoas de peles escuras, possuem tendência de concentrar pigmentos em volta dos olhos, formando olheiras acastanhadas e profundas;

Fármacos –  antipsicóticos, quimioterápicos e colírios, podem ocasionalmente provocar olheiras.

TIPOS DE OLHEIRAS:

Falsa olheira – é o chamado “olho fundo” decorrente de particularidades de anatomia da face, em que os olhos se apresentam fundos, criando uma região de sombra na pálpebra inferior;

Pigmentar – de cor acastanhada, pode ser resultado de hiper pigmentação pós inflamatória, pós dermatite de contato alérgica ou ainda pelo acúmulo de hemossiderina, proveniente do ferro do sangue e da melanina, pigmento que dá cor à pele;

Vascular – ocorre devido ao aumento dos capilares sanguíneos, e em especial as veias, levando a uma cor azulada ou arroxeada nesta região.

COSMÉTICA ATUAL

O cosmético adequado para o cuidado da região dos olhos, deve reunir propriedades muito amplas. Pois além de combater as linhas perioculares, precisa apresentar propriedades antioxidante, clareada e antiinflamatória para reduzir as bolsas. Também precisa promover a homeostasia cutânea para drenar os capilares, e possuir ação estimulante da firmeza e elasticidade da pele.

PEELINGS SEQUENCIAIS COMBINADOS “APAGAM” AS MANCHAS ESCURAS DA PELE

Slide1

Esteticistas executam procedimentos com aplicação de ácidos que causam epidermólise (esfoliação controlada da epiderme), associados à substâncias clareadoras específicas que dispersam os grânulos de melanina clareando as manchas.

Uma das manchas mais resistentes ao tratamento são as marcas deixadas pela acne. A inflamação libera radicais livres que danificam o colágeno da pele, alteram a atividade dos fibroblastos e levam a liberação de prostaglandinas e leocotrienos, estimulantes da melanogênese. A aplicação tópica dos peelings sequenciais esfolia as células da epiderme resultando na descamação dos queratinócitos pigmentados, facilitando a penetração dos despigmentantes e reduzindo a síntese da melanina.

Este, com certeza, é um procedimento de grande eficácia tanto para as manchas pigmentadas do foto envelhecimento, melasmas, cloasmas e sequelas de acne.

Alguns ativos cosméticos de eficácia comprovada no clareamento da pele:

Alfa-Hidróxiácido (AHA): constituem um grupo de substâncias normalmente encontradas em frutas e alimentos e, por isso, são conhecidos como ácidos de frutas. São eles, o ácido glicólico, ácido lático, ácido cítrico, o tartárico, o málico e o mandélico. Os alfa-hidróxiácidos aumentam o processo de renovação celular. Indicado como suavizante, clareador e esfoliante.

Ácido Azeláico: bacteriostático e tem ação sobre a tirosinase, diminuindo a síntese de melanina.

Ácido Glicirrízico: derivado do alcaçuz (Glicirriza glabra). Apresenta propriedades anti-inflamatórias, antialergênicas e descongestionante.

Ácido Glicólico: alfa-hidroxiácido, é encontrado naturalmente na cana-de-açúcar. Diminui a espessura e a compactação do estrato córneo, acelera a renovação celular da epiderme e estimula a síntese de colágeno.

Ácido Kójico: obtido a partir da fermentação do arroz. É utilizado desde 1989 no Japão para o tratamento das hiperpigmentações. Tem efeito inibidor sobre a tirosinase, e consequente diminuição da síntese de melanina. Além disso, induz a redução da eumelanina em células hiperpigmentadas. Não provoca irritação e também não é citotóxico.

Ácido Láctico:  para a pele tem ação hidratante, umectante, indicado também para o clareamento e rejuvenescimento da pele.

Ácido Mandélico: trata-se de um alfa-hidróxiácido e cuja molécula é maior do que a do ácido glicólico tornando sua ação irritante menor. Possui ação antibacteriana, indicada para acne não cística inflamatória; suprime a pigmentação, promove o rejuvenescimento da pele envelhecida pelo sol e melhora a textura da pele. Além disso, tem sido usado para preparar as peles para o “peeling” a laser.

Ácido Salicílico: possui propriedades queratolíticas. É usado em aplicações tópicas em tratamento cosmético de hiperqueratinização e escamação da pele.

Ácido Tranexâmico: estudos recentes apontam a sua grande eficácia no tratamento de melasmas.

Algowhite: é o extrato concentrado da alga marrom Ascophyllum nodosum com propriedades clareadoras, esfoliantes e protetoras. Age por três mecanismos: clareando, esfoliando e atua na proteção contra os radicais livres, deixando a pele mais branca, livre de manchas e com mais luminosidade.

Arbutin: um poderoso despigmentante de origem natural com excelente “performance” comprovada. Ele foi criado para acabar com os inconvenientes técnicos de um dos mais eficientes despigmentantes do mercado, a hidroquinona. Além da sua elevada instabilidade na presença de luz, a hidroquinona também apresenta caráter lesivo quando em contato com a pele. Arbutin é um derivado estável da hidroquinona também com ação inibidora sobre a tirosinase, sem causar irritação e com menor citotoxicidade, sendo uma alternativa segura para tratamentos de hipercromias. Age impedindo a produção de melanina no local que é aplicado.

Biowhite: é um efetivo despigmentante formulado através de extratos de plantas.

Nanosferas de Vitamina C: nanopartículas adaptadas para estabilizar a vitamina C pura (L-ácido ascórbico) por muito mais tempo, assegurando boa absorção e eficácia quando aplicada sobre a pele. São indicadas como clareadores, para o tratamento e prevenção da pele fotodanificada, como hidratantes e rejuvenescedoras.

TIRE O “S” DA CRISE

12 BELEZA SEM CRISE

Crie tratamentos inovadores para as novas clientes que valorizam cada vez mais o seu tempo e o seu dinheiro!

Existem profissionais que enxergam oportunidades ao invés de dificuldades!

Estes profissionais sabem que para enfrentar a desaceleração do mercado, que atinge também os serviços de beleza, é necessário oferecer às clientes, tratamentos inovadores que valorizam cada vez mais o seu tempo e o seu dinheiro.

É necessário entender que a crise estabelece comportamentos específicos de consumo, revelando uma cliente cada vez mais exigente e conectada, e que não se satisfaz com os tratamentos estéticos convencionais.

E neste cenário de grande competividade e redução do poder de compra da consumidora, como se destacar e conquistar um espaço profissional?

Apenas dominar a técnica de trabalho e ter experiência, não sustenta mais a competiviade de Mercado, é preciso ir além!

É preciso oferecer a mais nova estratégia de trabalho: o Marketing de Experiência que gera emoções positivas e resultados que proporcionam à cliente o efeito UAU!!!

MARKETING DE EXPERIÊNCIA

Sabemos que a informação mais relevante para consumirmos algo esta relacionada com a opinião própria, ou seja, com a nossa experiência pessoal.  É dela que derivam todas as nossas necessidades e as sensações positivas e negativas.

Nenhuma ferramenta é mais funcional do que a oferecida pela experimentação, por isto foi desenvolvido o conceito hoje conhecido como Marketing de Experiência. Precisamos alcançar novos clientes para mantermos vivos os nossos empreendimentos, e estes clientes  muitas vezes ainda nem sabem o quão importante e mesmo fundamental, é o nosso trabalho:  temos que trazê-los até nós e aí conquistá-los.

O Marketing de Experiência é a utilização adequada do seu tempo sem atendimento, para convertê-lo, de tempo perdido em tempo investido. Crie a oportunidade do seu trabalho ser experimentado e, com certeza,  isto resultará em novas clientes.

SÍNDROME DA PELE ENRUGADA

11 Sindrome Pele enrugada ilustr 1

Pesquisadores do Instituto de Biologia Médica de Singapura, identificaram, em células da pele, um tipo de mutação no DNA, causadora da “síndrome da pele enrugada” – doença genética rara que leva ao envelhecimento prematuro.

O novo foco no tratamento desta doença cria condições para o maior conhecimento de mecanismos subjacentes ao envelhecimento da pele, que com certeza possibilitará o desenvolvimento de nova geração de produtos anti aging.

Os estudos identificaram a proteína P5CS, na Síndrome De Barsy (DBS), também conhecida como Síndrome da Pele Enrugada, alteração genética recessiva autossômica, que torna a pele jovem enrugada e flácida.

A investigação é realizada em 11 países, com a colaboração de mais de 16 hospitais e centros de pesquisa, onde são examinadas as amostras de DNA de pacientes com suspeita de Síndrome da Pele Enrugada.

Os resultados já levaram o professor Birgit Lane, diretor executivo do IMB, a declarar que “temos agora a certeza de que o envelhecimento humano da pele está sob controle do metabolismo da prolina, onde os genes PYCR1 e o P5CS estão envolvidos”.

O desafio é entender melhor sobre o surgimento das rugas e estimular a auto renovação da pele possibilitando uma pele mais firme e com aparência mais jovem.

VITAMINA D X FOTOPROTEÇÃO

Vitamina D ilustr

A Vitamina D é fundamental para a saúde humana, e um dos seus benefícios mais importantes é favorecer a absorção de cálcio e sais minerais, prevenindo osteopenia, osteoporose, osteomalácia, raquitismo e fraturas.

A principal fonte de Vitamina D é a radiação Ultra Violeta do tipo B (UVB) que transforma 7-Dehidrocolesterol, presente na pele, em pré-colecalciferol (pré-Vitamina D3). Em seguida uma cadeia de reações metabólicas passa a ocorrer no fígado e nos rins, culminando com a síntese da Vitamina D (1,25-dihidrocolecalciferol).

De acordo com o Dr. Michael F. Holick, especialista em pesquisas sobre esta vitamina, “com níveis adequados de Vitamina D podemos viver mais tempo”.

O pico de ação da radiação UVB, ocorre no período compreendido entre 10h30 e 14h30, que é quando a incidência destes raios torna-se perpendicular e mais profunda, com maior poder eritematógeno (vermelhidão da pele). Esta radiação é o fator mais importante no desencadeamento do câncer de pele (ação fotocarcinogênica), e bastam 5 minutos de exposição para que modifique as proteínas ao redor dos capilares sanguíneos da derme, desencadeando processo inflamatório que se traduz pelo eritema.

Segundo a Skin Cancer Foundation, cerca de 90% dos cânceres de pele são melanomas, e basta uma bolha de queimadura na pele, causada pelo sol, para dobrarem as chances de se desenvolver um melanoma no futuro.

Os filtros solares podem absorver ou refletir o UVB e realmente reduzem a produção de Vitamina D na pele.

Segundo estudo realizado, por De Paula Correa et al, na cidade de São Paulo, durante 3 anos, onde somente mãos e face, foram expostos ao meio ambiente externo, de modo não intencional, durante 10 minutos diários, ficou demonstrado que este tempo foi suficiente para produção adequada de Vitamina D, em uma pessoa de fototipo II (a que queima e não bronzeia, segundo Fitzpatrick)

Com base em pesquisas e experimentos realizados no mundo inteiro, que envolvem a necessidade de Vitamina D X Foto Proteção, podemos concluir que devemos ter maior preocupação com os riscos relacionados à exposição solar do que com os da não exposição.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia manifestou-se formalmente declarando que “na prática sabemos que o uso regular de fotoprotetores não levam à deficiência de Vitamina D”.

INOVAÇÕES FCE COSMETIC

Tendências, novos conceitos, idéias, texturas e sensoriais que inspiram a indústria cosmética a transformar fantasia em realidade…

  • O top da vez é o efeito strobingsomado ao efeito tensor já tão conhecido, agora temos o rejuvenescedor perolado que ilumina as áreas chaves da face. Inspirado na luz estroboscópica (aquela famosa da década de 80!) ele valoriza os contornos e rejuvenesce ao ser aplicado nas têmporas, topo do nariz, ângulo interno dos olhos, região superior dos lábios, centro da testa e queixo.
  • Sombra anti linhas dos olhos – resinas especiais que permitem as sombras cremosas, cream to powder, alta fixação que impede a formação de linhas nas pálpebras.
  • Transformador de batom – um gel capaz de transformar qualquer batom cremoso em batom mate, tornando-o fosco, aveludado e pode ser levado na bolsa.
  • Limpeza instantânea, sem esforço – formulação de demaquilante estruturado que se funde na pele durante a aplicação e “derrete” a maquiagem de forma imediata, inclusive de produtos à prova d’água.
  • Serum para retroceder a idade cutânea – aquoso, além de tonalizar a pele, mimetiza o seu balanço lipídico.
  • Cores personalizas para os cabelos – géis corantes de ação temporária, que além das cores vibrantes, chegam agora em tons suaves de rosa, roxo e azul, sem agredir os cabelos.
  • Bastão anti cabelos eriçados – Com ceras + queratina oleosa que aplicadas a qualquer hora realinham os fios, principalmente aquela “nuvem”, de cabelos mais curtos, que se forma ao prendê-los.

Cosmotec

Saiba mais: paula.araujo@cosmotec.com.br; livia.brandeburski@cosmotec.com.br

 

MUDE A “ROUPA” DA SUA PELE!

02 Mude a roupa ilustr

A cada nova estação mudamos o nosso guarda roupa, nosso tipo de alimentação… e a nossa pele? Os cuidados que tivemos no verão não são adequados à temperatura que começa a cair durante o outono, e menos ainda quando o inverno chegar. Acabou o verão, e o banho quente é tentador, porém cuidado! A água quente leva embora a nossa proteção cutânea natural.

A pele, este órgão que se interpõem entre o ambiente e o nosso corpo, exige mudanças na rotina de beleza para protegê-la contra alterações de temperatura, umidade, secura do ar, radiação, etc.

Tome banhos curtos e mornos com sabonete mais suave e aplique filtro solar no dia-a-dia. Use hidratantes formadores de filme que reduzem a perda de água transepidérmica (com silicones especiais, aquaporinas, vitamina B12, ômegas, ceramidas e bioácidos – hialurônico, linoleico).

À noite, renove a pele com ácidos antioxidantes associados a clareadores para suavização da textura e unificação da coloração da pele.

DÚVIDAS DA SEMANA – O1

P – Recebi uma ligação de uma pessoa interessada em meus tratamentos, perguntando se eu usava produtos VEGANOS. Eu expliquei que trabalhava com produtos de tecnologia avançada, produzidos com matérias primas naturais e com extratos vegetais. Gostaria de saber melhor sobre isto.

08 Logos Vegan ilustr

R – Produto vegano é aquele que não contém componentes, nem derivados, de origem animal (tais como lanolina, mel, leite) e que também não foi testado em animais.                                             Os veganos não se alimentam de qualquer tipo de carne e seus derivados, optando por legumes, cereais, frutas, entre outros. No Brasil ainda não existe uma regulamentação oficial que caracterize o produto vegano. Nos Estados Unidos e na Europa, eles podem ser identificados através de selos específicos (Certified Vegan, Cruelty Free, PETA – People for the Ethical Treatment of Animals). Em nosso país, há forte tendência dos fabricantes em buscar fornecedores de matérias primas que possuam o selo EcoCert e/ou USDA – United States Department of Agriculture, IBD – Instituto BioDinâmico), e que também não realizem testes em animais.                                                                                     Cada vez mais os clientes estão conscientes e se sentem responsáveis em relação ao meio ambiente, se interessam em saber sobre os ingredientes do produto e valorizam as empresas alinhadas em preservar o ecossistema.

 

P – O Bloqueador Solar protege mais que o Protetor Solar?

08 Prot Solar

R – Não existe Bloqueador Solar, pois nenhum produto é capaz de bloquear totalmente a radiação solar na pele.         Em razão disto, a ANVISA proibiu na RDC 30/12, a utilização do termo bloqueador, pois ele induz a idéia errônea de que é possível 100% de proteção solar contra a Radiação UV.